deputado Julio Pina


https://schema.org/ NewsArticle Goiás participa de grupos que discutem regulamentação da Reforma Tributária Goiás participa de grupos que discutem regulamentação da Reforma Tributária https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEjaAqiPiG3ZVHrs8egKLhPmeNltoF3dKQ93ScCf_JqWdhJ_a80T4PxpZBaAUWe3xOn1AxbVPAiMYhlm_-xeT4mPgnKj0bCTbX-eFFBCkszDZ9EKZtsm85pUpTksePHhEJNsmXqPBRUkJgCIlUyCn_QjQsbeOjWBSOaYBS9JiDvPlbpEmZDnAZCwnbTYWQ8/w1920/equipe-da-economia-que-participa-de-grupo-da-reforma-tributaria.jpg Organization Jornal Online Nossa Voz ImageObject https://www.jornalonlinenossavoz.com/2024/02/13-1707826670.html Goiás participa de grupos que discutem regulamentação da Reforma Tributária
Gerentes e auditores da Secretaria de Estado da Economia apresentarão sugestões sobre a Reforma Tributária ao Ministério da Fazenda (Foto: Economia) 



Após se posicionar com firmeza na defesa dos interesses do estado durante a discussão da Reforma Tributária, o Governo de Goiás participa agora do processo de regulamentação do novo conjunto de leis.


O gerente de Combustíveis da Secretaria de Economia de Goiás, Fernando César Ganzer; o de Representação no Confaz e Relações Federativas, Elder Souto Silva Pinto; e dois auditores, Davi Oliveira Braga e Eliezer de Assis Santos – foram indicados pelo Comitê de Secretários de Fazenda dos Estados e do DF (Comsefaz) para integrar os grupos oficiais de representação dos Estados no Programa de Assessoramento Técnico de Implementação da Reforma Tributária sobre o Consumo (PAT-RTC).


“A atuação dos técnicos de Goiás é fundamental, pois o número de remissões da Reforma Tributária na lei complementar foi muito grande – mais de 60 aspectos dependem dessa regulamentação”, explica a secretária de Economia de Goiás, Selene Peres Peres Nunes.


“Isso definirá a fatia de arrecadação que caberá ao Estado, bem como a atratividade para as empresas, com consequências para a renda e o emprego. Estamos empenhados na defesa dos interesses dos goianos neste processo”, garante.


O Programa de Assessoramento Técnico de Implementação da Reforma da Tributação sobre o Consumo foi criado pelo Ministério da Fazenda para subsidiar a elaboração dos anteprojetos de lei decorrentes da reforma tributária. Lá estão reunidos técnicos dos estados e dos municípios, além da União. O trabalho começou no dia 29 de janeiro, com previsão de durar 60 dias, e é realizado por meio de reuniões virtuais.


REFORMA TRIBUTÁRIA – REGIME ESPECÍFICO

Os representantes da Secretaria de Economia de Goiás discutem assuntos como o regime específico de operações com bens imóveis, com a intenção de propor anteprojeto de lei complementar referente ao Regime Específico do IBS incidente sobre operações com bens imóveis.


Debatem ainda o regime específico de combustíveis e biocombustíveis, assim como estudos e anteprojeto de lei complementar referente ao Regime Específico do IBS incidente sobre operações com combustíveis e biocombustíveis.


Outro grupo técnico discute a regulamentação da distribuição dos recursos do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), inclusive durante o período de transição. Lá serão feitos estudos e propostas de lei complementar referente à distribuição dos recursos do IBS, regimes favorecidos, regimes específicos, regimes diferenciados, cota-parte dos municípios, retenção e gestão dos recursos em caixa pelo Comitê Gestor, além da distribuição do IBS durante a transição federativa e seguro receita.


A regulamentação do Imposto Seletivo é tema de outro grupo que vai delinear o anteprojeto de lei complementar referente ao Imposto Seletivo, estabelecendo critérios, prazos e formas de participação dos entes subnacionais na sua arrecadação.


Por fim, o grupo de técnicos de Goiás estará na equipe de Quantificação para apoiar a Comissão de Sistematização e os Grupos Técnicos com o fornecimento de dados, informações sobre o impacto nas alíquotas de referência de diferentes opções de regulamentação do Imposto sobre Bens e Serviços e da Contribuição sobre Bens e Serviços; e avaliação quantitativa de impactos das mudanças propostas no sistema tributário.


Foto: Economia

* Editado por Juliana Carnevalli via Secretaria da Economia - Governo de Goiás

 

true 2024 pt-BR WebPage https://www.jornalonlinenossavoz.com/#website https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEjaAqiPiG3ZVHrs8egKLhPmeNltoF3dKQ93ScCf_JqWdhJ_a80T4PxpZBaAUWe3xOn1AxbVPAiMYhlm_-xeT4mPgnKj0bCTbX-eFFBCkszDZ9EKZtsm85pUpTksePHhEJNsmXqPBRUkJgCIlUyCn_QjQsbeOjWBSOaYBS9JiDvPlbpEmZDnAZCwnbTYWQ8/w1920/equipe-da-economia-que-participa-de-grupo-da-reforma-tributaria.jpg Notícias Goiás Últimas notícias Notícias Goiás Uncategorized

Goiás participa de grupos que discutem regulamentação da Reforma Tributária

Gerentes e auditores da Secretaria de Estado da Economia apresentarão sugestões sobre a Reforma Tributária ao Ministério da Fazenda (Foto: Economia) 



Após se posicionar com firmeza na defesa dos interesses do estado durante a discussão da Reforma Tributária, o Governo de Goiás participa agora do processo de regulamentação do novo conjunto de leis.


O gerente de Combustíveis da Secretaria de Economia de Goiás, Fernando César Ganzer; o de Representação no Confaz e Relações Federativas, Elder Souto Silva Pinto; e dois auditores, Davi Oliveira Braga e Eliezer de Assis Santos – foram indicados pelo Comitê de Secretários de Fazenda dos Estados e do DF (Comsefaz) para integrar os grupos oficiais de representação dos Estados no Programa de Assessoramento Técnico de Implementação da Reforma Tributária sobre o Consumo (PAT-RTC).


“A atuação dos técnicos de Goiás é fundamental, pois o número de remissões da Reforma Tributária na lei complementar foi muito grande – mais de 60 aspectos dependem dessa regulamentação”, explica a secretária de Economia de Goiás, Selene Peres Peres Nunes.


“Isso definirá a fatia de arrecadação que caberá ao Estado, bem como a atratividade para as empresas, com consequências para a renda e o emprego. Estamos empenhados na defesa dos interesses dos goianos neste processo”, garante.


O Programa de Assessoramento Técnico de Implementação da Reforma da Tributação sobre o Consumo foi criado pelo Ministério da Fazenda para subsidiar a elaboração dos anteprojetos de lei decorrentes da reforma tributária. Lá estão reunidos técnicos dos estados e dos municípios, além da União. O trabalho começou no dia 29 de janeiro, com previsão de durar 60 dias, e é realizado por meio de reuniões virtuais.


REFORMA TRIBUTÁRIA – REGIME ESPECÍFICO

Os representantes da Secretaria de Economia de Goiás discutem assuntos como o regime específico de operações com bens imóveis, com a intenção de propor anteprojeto de lei complementar referente ao Regime Específico do IBS incidente sobre operações com bens imóveis.


Debatem ainda o regime específico de combustíveis e biocombustíveis, assim como estudos e anteprojeto de lei complementar referente ao Regime Específico do IBS incidente sobre operações com combustíveis e biocombustíveis.


Outro grupo técnico discute a regulamentação da distribuição dos recursos do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), inclusive durante o período de transição. Lá serão feitos estudos e propostas de lei complementar referente à distribuição dos recursos do IBS, regimes favorecidos, regimes específicos, regimes diferenciados, cota-parte dos municípios, retenção e gestão dos recursos em caixa pelo Comitê Gestor, além da distribuição do IBS durante a transição federativa e seguro receita.


A regulamentação do Imposto Seletivo é tema de outro grupo que vai delinear o anteprojeto de lei complementar referente ao Imposto Seletivo, estabelecendo critérios, prazos e formas de participação dos entes subnacionais na sua arrecadação.


Por fim, o grupo de técnicos de Goiás estará na equipe de Quantificação para apoiar a Comissão de Sistematização e os Grupos Técnicos com o fornecimento de dados, informações sobre o impacto nas alíquotas de referência de diferentes opções de regulamentação do Imposto sobre Bens e Serviços e da Contribuição sobre Bens e Serviços; e avaliação quantitativa de impactos das mudanças propostas no sistema tributário.


Foto: Economia

* Editado por Juliana Carnevalli via Secretaria da Economia - Governo de Goiás

 

 

Postado por:

terça-feira, 13 fevereiro 2024, 12:17:00
 

Descrição: Goiás participa de grupos que discutem regulamentação da Reforma Tributária Legenda; Goiás participa de grupos que discutem regulamentação da Reforma Tributária

 
TAG´s:

 

 

Comentários