https://schema.org/ NewsArticle Vazão do rio Meia Ponte entrou em estado de atenção esta semana Vazão do rio Meia Ponte entrou em estado de atenção esta semana https://lh3.googleusercontent.com/blogger_img_proxy/AEn0k_uKCLRYEXEX_33c_ZsF8s_z7MHjBPQftwbgSAXaIWvxtoW24HeMoWYaioAaqSXplI0SAMTbPE0bZEqNkZxExZfA_TgREarONtPAaVPXOxNTFb9Y4Q=w1920 Organization Jornal Online Nossa Voz ImageObject https://www.jornalonlinenossavoz.com/2023/07/vazao-do-rio-meia-ponte-entrou-em.html Vazão do rio Meia Ponte entrou em estado de atenção esta semana

O monitoramento é feito constantemente, para adoção de medidas rápidas que evitem o desabastecimento de água em Goiânia. 

 



A vazão do rio Meia Ponte, que abastece com água tratada parte da população goianiense, entrou em estado de atenção esta semana, estando pouco abaixo de 12 mil litros por segundo. Este é o primeiro nível de cuidado determinado pelo Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (CIMEHGO), numa escala que vem, em seguida, com 9 mil litros e baixando até níveis mais críticos. O gerente do CIMEHGO, André Amorim, ouvido hoje (4) pelo Jornal Brasil Central, disse que, quando chega o nível de atenção, inicia-se uma mobilização, com apoio dos veículos de comunicação, para que as pessoas utilizem a água de maneira racional. “Esse trabalho é feito nesse primeiro momento junto às prefeituras e aos usuários da bacia”, afirmou. 


Historicamente, foi em 2017 que o nível chegou ao ponto mais crítico e muitas ações foram feitas para que a população não sofresse desabastecimento. Segundo ele, a perspectiva é positiva para os próximos anos, porque além de conscientizar a população sobre o uso racional da água, outras ações estão sendo tomadas para reduzir o impacto da estiagem no abastecimento da capital. “O estado investiu em monitoramento, em equipe técnica, investiu numa sala de situação, então nós temos todo um arcabouço de monitoramento diário. Qualquer situação que comece a apresentar risco, imediatamente são avisadas as outras atividades que são desencadeadas a partir desses números”, observou, acrescentando que outras atitudes são tomadas nesse caso, como a fiscalização e as ações para que as pessoas façam o uso consciente da água.


Em nota, a Saneamento de Goiás S. A. (Saneago) afirmou que a quantidade de água na captação do rio Meia Ponte é suficiente para manter o sistema operando com qualidade e regularidade, assim como ocorreu nos anos anteriores. Disse ainda que os trabalhos estão sendo realizados para que o cenário de estabilidade no abastecimento se mantenha também este ano. Além do sistema Meia Ponte, Goiânia e algumas cidades da grande Goiânia são abastecidas também pelas águas do ribeirão João Leite.


* ABC Digital


true 2023 pt-BR WebPage https://www.jornalonlinenossavoz.com/#website https://lh3.googleusercontent.com/blogger_img_proxy/AEn0k_uKCLRYEXEX_33c_ZsF8s_z7MHjBPQftwbgSAXaIWvxtoW24HeMoWYaioAaqSXplI0SAMTbPE0bZEqNkZxExZfA_TgREarONtPAaVPXOxNTFb9Y4Q=w1920 Notícias Goiás Últimas notícias Notícias Goiás Uncategorized

Vazão do rio Meia Ponte entrou em estado de atenção esta semana

O monitoramento é feito constantemente, para adoção de medidas rápidas que evitem o desabastecimento de água em Goiânia. 

 



A vazão do rio Meia Ponte, que abastece com água tratada parte da população goianiense, entrou em estado de atenção esta semana, estando pouco abaixo de 12 mil litros por segundo. Este é o primeiro nível de cuidado determinado pelo Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (CIMEHGO), numa escala que vem, em seguida, com 9 mil litros e baixando até níveis mais críticos. O gerente do CIMEHGO, André Amorim, ouvido hoje (4) pelo Jornal Brasil Central, disse que, quando chega o nível de atenção, inicia-se uma mobilização, com apoio dos veículos de comunicação, para que as pessoas utilizem a água de maneira racional. “Esse trabalho é feito nesse primeiro momento junto às prefeituras e aos usuários da bacia”, afirmou. 


Historicamente, foi em 2017 que o nível chegou ao ponto mais crítico e muitas ações foram feitas para que a população não sofresse desabastecimento. Segundo ele, a perspectiva é positiva para os próximos anos, porque além de conscientizar a população sobre o uso racional da água, outras ações estão sendo tomadas para reduzir o impacto da estiagem no abastecimento da capital. “O estado investiu em monitoramento, em equipe técnica, investiu numa sala de situação, então nós temos todo um arcabouço de monitoramento diário. Qualquer situação que comece a apresentar risco, imediatamente são avisadas as outras atividades que são desencadeadas a partir desses números”, observou, acrescentando que outras atitudes são tomadas nesse caso, como a fiscalização e as ações para que as pessoas façam o uso consciente da água.


Em nota, a Saneamento de Goiás S. A. (Saneago) afirmou que a quantidade de água na captação do rio Meia Ponte é suficiente para manter o sistema operando com qualidade e regularidade, assim como ocorreu nos anos anteriores. Disse ainda que os trabalhos estão sendo realizados para que o cenário de estabilidade no abastecimento se mantenha também este ano. Além do sistema Meia Ponte, Goiânia e algumas cidades da grande Goiânia são abastecidas também pelas águas do ribeirão João Leite.


* ABC Digital


 

Postado por:

quarta-feira, 05 julho 2023, 12:21:00
 

Descrição: Vazão do rio Meia Ponte entrou em estado de atenção esta semana Legenda; Vazão do rio Meia Ponte entrou em estado de atenção esta semana

 
TAG´s:

 

 

Comentários