deputado Julio Pina


https://schema.org/ NewsArticle Atleta de Senador Canedo é recordista brasileira em três modalidades Atleta de Senador Canedo é recordista brasileira em três modalidades https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiDJKoEROjwXdFAst72NVKwriwhsVpv6TwxEMeusQDt4AFMhOzOvpRN_Bgfyb-5vitQCkeVHY1YNxNf7oyHOkvTFl8tqmBg0xMErLLXjdFXS8k3SG4MXLLtKZlCJkmeiHWLN__hSd1hv9Rt6agdE1mBAqL8xrnslhcekNcmLxIglq21uijg4FJsTc3b/w1920/divulgacao.jpg Organization Jornal Online Nossa Voz ImageObject https://www.jornalonlinenossavoz.com/2023/02/atleta-de-senador-canedo-e-recordista.html Atleta de Senador Canedo é recordista brasileira em três modalidades

Eduarda de Oliveira Cabral, de 17 anos, tem paralisia cerebral e pratica atletismo de campo há três anos através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Senador Canedo.




Quando o assunto é esporte, Senador Canedo é destaque. Isso porque os atletas da cidade são referências em Goiás e até mesmo no Brasil. A Eduarda de Oliveira Cabral, de apenas 17 anos, é um desses exemplos. Ela é recordista brasileira em três modalidades do atletismo de campo.


Conhecida com Duda, ela desafiou até mesmo a medicina, quando foi desenganada pelos médicos ao ser diagnosticada com paralisia cerebral aos três anos de idade. "Quando nasci, com seis meses, o médico disse pra minha mãe ir para casa e aproveitar os meus dias de vida porque eu não resistiria muito tempo. A partir daí eu comecei a lutar pela vida", lembra Duda.


No entanto, ela foi além, provando que desde criança teve garra e propósito. E nem mesmo a deficiência a impediu de praticar esportes. Ainda criança, ela praticou hipismo, vela e basquete, sendo convocada para a seleção brasileira, na época.


Mas foi pelo atletismo de campo que ela se apaixonou. Tudo começou em 2019, quando sua família se mudou de Brasília, no Distrito Federal, para Senador Canedo. Na época, um dos professores da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL) a viu na escola e fez o convite para participar das aulas do paradesporto. Ela aceitou e, antes mesmo de praticar uma aula, já foi participar do primeiro campeonato e saiu de lá vitoriosa.


“Eu fui para o campeonato, mas não ia competir. Mas, no dia, acabou que o professor pediu para eu competir, sem ter praticado nenhuma aula. Fui lá, dei o meu melhor e sai com o ouro e duas pratas. Foi uma emoção muito grande porque eu não esperava. Cheguei batendo recorde no ano seguinte”, recorda Eduarda.


E, desde então, Duda começou a colecionar muitas vitórias e medalhas. Já somando mais de 25. Além disso, com menos de quatro anos de treino, ela já é recordista brasileira nas modalidades de arremesso de peso, lançamento de dardo e disco ao alcançar números como 4,64 metros, 10,60 metros e 9,36 metros, respectivamente.


Duda já ganhou grandes competições como o Meeting Escolar, em São Paulo, e a Conexão Paralímpica.


“O atletismo de campo é tudo na minha vida. O esporte representa superação porque eu preciso aprender a superar o limite do meu corpo. É uma responsabilidade muito grande. A nossa vida muda porque agora eu sou uma atleta e tenho uma equipe e, a partir do momento que a gente tem uma equipe, a gente precisa aprender a lidar com todo mundo”, comenta a atleta. 


Ela lembra ainda como o esporte mudou a sua vida e a ensinou a superar todos os limites. 


“Passar de uma adolescente vista pela sociedade apenas como uma adolescente e ser vista como atleta é uma explosão de sentimentos porque as pessoas começam a enxergar como elas tinham que ver antes. O esporte dá essa visibilidade para a gente mostrar que é capaz, independentemente da deficiência. A partir do momento que eu pude mostrar para as pessoas que eu posso fazer o que eu quiser e ter o esporte como um alicerce foi muito bom. Às vezes a gente, que tem deficiência, se prende por medo de ser julgada e, quando eu comecei a ter responsabilidade, percebi que posso tudo, apesar das dificuldades. Eu não tenho mais limites”, completa.


Com uma rotina pesada de treinos diários na pista de atletismo de Senador Canedo, Duda conta que o apoio da prefeitura e do prefeito Fernando Pellozo é essencial para as realizações. 


“Antigamente, a gente precisava usar o farol do carro para treinar a noite na pista de atletismo porque as lâmpadas estavam queimadas. O prefeito Fernando Pellozo chegou e mandou arrumar a iluminação. Além disso, ele também oferta ônibus para levar os atletas do paradesporto para os treinos em Goiânia. Ele sempre deu todo suporte e apoio para a gente”, agradece.


O prefeito Fernando Pellozo lembra os investimentos feitos no esporte e lazer desde que assumiu o mandato.


“Na nossa gestão, alavancamos o esporte de Senador Canedo. Fiz questão de destinar recursos e investimentos para essa área tão importante para nossa gente. No último ano, recebemos o maior número de alunos na história da SEMEL. Além disso, também expandimos o número de modalidades ofertadas pela secretaria. Tudo de forma gratuita. Para mim, é muito gratificante ver nossos atletas sendo destaque e referência nacional e em todo estado de Goiás”, salienta Pellozo. 


Texto por Géssica Veloso

Foto por Xande Manso


true 2023 pt-BR WebPage https://www.jornalonlinenossavoz.com/#website https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiDJKoEROjwXdFAst72NVKwriwhsVpv6TwxEMeusQDt4AFMhOzOvpRN_Bgfyb-5vitQCkeVHY1YNxNf7oyHOkvTFl8tqmBg0xMErLLXjdFXS8k3SG4MXLLtKZlCJkmeiHWLN__hSd1hv9Rt6agdE1mBAqL8xrnslhcekNcmLxIglq21uijg4FJsTc3b/w1920/divulgacao.jpg Senador Canedo Notícias Goiás Cidades Últimas notícias Senador Canedo Notícias Goiás Cidades Uncategorized

Atleta de Senador Canedo é recordista brasileira em três modalidades

Eduarda de Oliveira Cabral, de 17 anos, tem paralisia cerebral e pratica atletismo de campo há três anos através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Senador Canedo.




Quando o assunto é esporte, Senador Canedo é destaque. Isso porque os atletas da cidade são referências em Goiás e até mesmo no Brasil. A Eduarda de Oliveira Cabral, de apenas 17 anos, é um desses exemplos. Ela é recordista brasileira em três modalidades do atletismo de campo.


Conhecida com Duda, ela desafiou até mesmo a medicina, quando foi desenganada pelos médicos ao ser diagnosticada com paralisia cerebral aos três anos de idade. "Quando nasci, com seis meses, o médico disse pra minha mãe ir para casa e aproveitar os meus dias de vida porque eu não resistiria muito tempo. A partir daí eu comecei a lutar pela vida", lembra Duda.


No entanto, ela foi além, provando que desde criança teve garra e propósito. E nem mesmo a deficiência a impediu de praticar esportes. Ainda criança, ela praticou hipismo, vela e basquete, sendo convocada para a seleção brasileira, na época.


Mas foi pelo atletismo de campo que ela se apaixonou. Tudo começou em 2019, quando sua família se mudou de Brasília, no Distrito Federal, para Senador Canedo. Na época, um dos professores da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL) a viu na escola e fez o convite para participar das aulas do paradesporto. Ela aceitou e, antes mesmo de praticar uma aula, já foi participar do primeiro campeonato e saiu de lá vitoriosa.


“Eu fui para o campeonato, mas não ia competir. Mas, no dia, acabou que o professor pediu para eu competir, sem ter praticado nenhuma aula. Fui lá, dei o meu melhor e sai com o ouro e duas pratas. Foi uma emoção muito grande porque eu não esperava. Cheguei batendo recorde no ano seguinte”, recorda Eduarda.


E, desde então, Duda começou a colecionar muitas vitórias e medalhas. Já somando mais de 25. Além disso, com menos de quatro anos de treino, ela já é recordista brasileira nas modalidades de arremesso de peso, lançamento de dardo e disco ao alcançar números como 4,64 metros, 10,60 metros e 9,36 metros, respectivamente.


Duda já ganhou grandes competições como o Meeting Escolar, em São Paulo, e a Conexão Paralímpica.


“O atletismo de campo é tudo na minha vida. O esporte representa superação porque eu preciso aprender a superar o limite do meu corpo. É uma responsabilidade muito grande. A nossa vida muda porque agora eu sou uma atleta e tenho uma equipe e, a partir do momento que a gente tem uma equipe, a gente precisa aprender a lidar com todo mundo”, comenta a atleta. 


Ela lembra ainda como o esporte mudou a sua vida e a ensinou a superar todos os limites. 


“Passar de uma adolescente vista pela sociedade apenas como uma adolescente e ser vista como atleta é uma explosão de sentimentos porque as pessoas começam a enxergar como elas tinham que ver antes. O esporte dá essa visibilidade para a gente mostrar que é capaz, independentemente da deficiência. A partir do momento que eu pude mostrar para as pessoas que eu posso fazer o que eu quiser e ter o esporte como um alicerce foi muito bom. Às vezes a gente, que tem deficiência, se prende por medo de ser julgada e, quando eu comecei a ter responsabilidade, percebi que posso tudo, apesar das dificuldades. Eu não tenho mais limites”, completa.


Com uma rotina pesada de treinos diários na pista de atletismo de Senador Canedo, Duda conta que o apoio da prefeitura e do prefeito Fernando Pellozo é essencial para as realizações. 


“Antigamente, a gente precisava usar o farol do carro para treinar a noite na pista de atletismo porque as lâmpadas estavam queimadas. O prefeito Fernando Pellozo chegou e mandou arrumar a iluminação. Além disso, ele também oferta ônibus para levar os atletas do paradesporto para os treinos em Goiânia. Ele sempre deu todo suporte e apoio para a gente”, agradece.


O prefeito Fernando Pellozo lembra os investimentos feitos no esporte e lazer desde que assumiu o mandato.


“Na nossa gestão, alavancamos o esporte de Senador Canedo. Fiz questão de destinar recursos e investimentos para essa área tão importante para nossa gente. No último ano, recebemos o maior número de alunos na história da SEMEL. Além disso, também expandimos o número de modalidades ofertadas pela secretaria. Tudo de forma gratuita. Para mim, é muito gratificante ver nossos atletas sendo destaque e referência nacional e em todo estado de Goiás”, salienta Pellozo. 


Texto por Géssica Veloso

Foto por Xande Manso


 

Postado por:

quarta-feira, 01 fevereiro 2023, 12:37:00
 

Descrição: Atleta de Senador Canedo é recordista brasileira em três modalidades Legenda; Atleta de Senador Canedo é recordista brasileira em três modalidades

 
TAG´s:

 

 

Comentários