Emendas Impositivas

About Me

header ads



header ads


   Compartilhar    Contador-img1  

Goianos ficam em 1º lugar no concurso de redação da Justiça Eleitoral

Moradores das cidades de Santo Antônio do Descoberto e Posse venceram nas categorias “Idosos” e “Jovens”. 



A Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (EJE/TSE) divulgou nesta quarta-feira (14) os vencedores do I Concurso Nacional de Redação da Justiça Eleitoral (JE). Nas duas categorias do certame, os ganhadores foram do estado de Goiás, das cidades de Posse e de Santo Antônio do Descoberto. Ao todo, a seleção recebeu 1.035 inscrições de todas as unidades da Federação, com 566 artigos submetidos à avaliação da comissão organizadora.


O concurso foi dividido em duas categorias: uma voltada para adolescentes de 15 a 17 anos e outra para pessoas com 60 anos ou mais. Na categoria Jovens, o tema foi “Meu voto, a democracia, o futuro do Brasil”, que deveria ser desenvolvido na forma de dissertação. Já na categoria Idosos, a temática foi “O voto, a democracia e a minha trajetória”, cujos textos tiveram de ser entregues no formato de memórias.


A iniciativa teve como objetivo aproximar ainda mais a Justiça Eleitoral da sociedade e proporcionar a oportunidade de expressão a esse público por meio da escrita, além de contribuir com reflexões sobre as ações desenvolvidas pela JE. O edital do concurso foi publicado pelo TSE na edição do Diário da Justiça Eletrônico (DJe) de 1º de julho.


De acordo com a assessora-chefe da EJE/TSE, Polianna Santos, o concurso, que deve ser uma ação anual da Justiça Eleitoral, busca estimular o debate sobre a importância da participação livre, efetiva e consciente de jovens e pessoas mais experientes no processo eleitoral, motivando-os ao exercício do voto e ao engajamento nas eleições.


“Estamos felizes com esse primeiro concurso. Ele foi realizado em tempo recorde e com uma comissão repleta de pessoas capacitadas, envolvendo muita gente em sua organização e avaliação. As narrativas apresentadas nos trabalhos foram extremamente interessantes, trouxeram aprendizado e identificaram o engajamento sobre a importância da JE de forma notória nos dois públicos participantes”, destaca Polianna.


Temas e perfil dos vencedores


O tema geral do concurso foi “90 anos da Justiça Eleitoral: cidadania em memória e em esperança”. Foram 21 trabalhos feitos por pessoas idosas e outros 545 produzidos por adolescentes e jovens de todo o país. O estado de Minas Gerais foi o que mais enviou redações, um total de 130, seguido por Goiás, com 88, e pela Paraíba, com 83 trabalhos.


Os textos da classe destinada a idosos tiveram como vencedores, respectivamente na primeira, segunda e terceira colocações: Gregorio Augusto dos Santos Filho, de Santo Antônio do Descoberto (GO); Maria Ede Catani Antunes, de São Vicente (SP); e Almeriane Maria Weffort Santos, de Curitiba (PR).


Já as dissertações vencedoras da juventude foram escritas por Geovana Rodrigues Almeida, de Posse (GO); Brenda Basso, de Guabiju (RS); e Samua M. Holanda, de Acopiara (CE), nessa ordem.


Segundo a analista Judiciária do TSE Camila Lopes, que é coordenadora da comissão organizadora do concurso, a qualidade dos textos e a emoção para falar sobre temas que englobam o trabalho da JE ficaram evidentes em todos os trabalhos.


“Em sua maioria, os jovens demonstraram desenvoltura, engajamento e conteúdo extremamente alinhados com os pilares da Justiça Eleitoral. Os [textos] dos idosos, emocionaram. Falaram de memórias vivas. Falaram de esperança de forma poética, com analogias e histórias contadas em primeira pessoa. Foi muito gratificante e emocionante. Sobretudo, quando vimos que alguns vencedores são de municípios fora dos grandes centros, do interior do país e de diferentes regiões”, ressalta Camila.


Prêmios


Os primeiros lugares em ambas as categorias receberão como prêmios o certificado de participação do concurso, um tablet e um passeio de um dia no Museu do Voto do TSE. Eles terão direito à diária e à passagem aérea, inclusive para um responsável pelo adolescente e para um acompanhante da pessoa com 60 anos ou mais, quando provenientes de fora do Distrito Federal.


O segundo e o terceiro lugares em cada categoria receberão também o certificado de participação do concurso e um passeio de um dia no Museu do Voto do TSE, nas mesmas condições dos que conquistaram as primeiras colocações.


A data da cerimônia de entrega das premiações ainda será programada.


* Assessoria de Imprensa e Comunicação Social

* Com informações do Tribunal Superior Eleitoral


Goianos ficam em 1º lugar no concurso de redação da Justiça Eleitoral | Jornal Online Nossa Voz

Senador Canedo

Fonte

 

fixImgOG fixImgOG fixImgOG