About Me



header ads


   Compartilhar    Contador-img1  

Proibido o transporte de armas e munições um dia antes e um dia depois da eleição



O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta quinta-feira (29/9) uma resolução segundo a qual o transporte de armas e munições, em todo o território nacional, está proibido nas 24h antes do domingo de eleição (2 de outubro) e nas 24h após. A proibição vale para colecionadores, atiradores e caçadores (os conhecidos CACs).


A restrição começou a ser discutida ainda em agosto, quando o TSE decidiu que, no perímetro de 100 metros das seções eleitorais e outras localidades eleitorais, não seria permitido o porte de arma. Depois disso, o Conselho dos Chefes de Polícia Civil de todos os Estados brasileiros se reuniu com o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes.


Os delegados chefes sugeriram a proibição de funcionamento dos clubes de tiro, frequentados por caçadores, atiradores desportivos e colecionadores, destacando a importância da medida para evitar a circulação de armas de fogo durante o pleito eleitoral de forma preventiva, o que ocasionou esta nova vedação.


Em caso de descumprimento da proibição, a pessoa poderá ser presa em flagrante por porte ilegal de arma sem prejuízo do crime eleitoral correspondente. 




Proibido o transporte de armas e munições um dia antes e um dia depois da eleição | Jornal Online Nossa Voz

Senador Canedo

Fonte

 

fixImgOG fixImgOG fixImgOG