About Me



About Me 2

header ads


   Compartilhar    Contador-img1  

Baixa de Inscrições Estaduais (IE) passa a ser automática em Goiás



A partir desta quarta-feira (20/7), a baixa da Inscrição Estadual (IE) de empresas goianas já extintas no âmbito federal será automática na Secretaria da Economia de Goiás. Para se ter uma ideia, existem cerca de 8 mil inscrições estaduais atualmente para serem baixadas, mas não foram porque o contribuinte não procurou as unidades da Secretaria. Agora, não haverá mais a necessidade desse deslocamento.


A baixa automática de inscrições estaduais em Goiás está sendo possível graças à integração da Secretaria da Economia à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). Será disponibilizado aos servidores e contribuintes no site da Secretaria um ambiente de aprendizagem para orientar os servidores e contribuintes sobre todas as funcionalidades da Redesim.


Vários eventos como abertura de empresa e alteração cadastral já podiam ser feitos sem a necessidade de o contribuinte/contador comparecer na Secretaria da Economia. Contudo, a baixa da Inscrição Estadual (IE) do contribuinte, mesmo a empresa já tendo sido extinta na Receita Federal, ainda demandava deslocamento e entrega de documentos. A integração abrangerá todas as situações, incluindo a paralisação, a baixa e a reativação de inscrições estaduais, quando esses eventos forem realizados na Junta Comercial e na Receita Federal.


Combate à informalidade:


A desburocratização proporcionou um salto na quantidade de inscrições estaduais concedidas. De janeiro a julho de 2021, a Coordenação de Cadastro Estadual contabilizou 35,5 mil cadastros de inscrições estaduais para novas empresas. No mesmo período deste ano, foram registrados 73 mil novos cadastros. Esse aumento tem impacto relevante na arrecadação de ICMS, pois a falta de cadastramento e atualização automática dos dados cadastrais tornam-se empecilhos para a cobrança dos impostos devidos ao Estado.


Entenda o processo


A integração com a Redesim se iniciou com a adaptação dos sistemas do Cadastro de Contribuintes em 2019. Naquele ano, iniciaram-se as solicitações de cadastramento de forma automática, porém as solicitações se limitavam a esse evento cadastral e dependiam de análise documental e homologação manual pelo servidor.


Em 2021 houve uma evolução, com o início das homologações automáticas de cadastramento e alteração, sem a necessidade de análise documental e sem a intervenção humana nas homologações. Entretanto, ainda não eram realizadas a paralisação e a reativação, e a baixa automática ocorria apenas em algumas situações.


 Por: Benicio Silva


Baixa de Inscrições Estaduais (IE) passa a ser automática em Goiás | Jornal Online Nossa Voz

Senador Canedo

Fonte

 

fixImgOG fixImgOG fixImgOG