About Me

header ads


About Me 2


   Compartilhar    Contador-img1  

Para Lincoln Tejota, a regionalização da saúde já é uma realidade em Goiás


Desde de março de 2020 foram implantadas cinco policlínicas no Estado de Goiás e uma sexta unidade, já em funcionamento, será inaugurada em breve. As obras, realizadas nos municípios de Posse, Goianésia, Quirinópolis, Formosa, São Luís de Montes Belos e Cidade de Goiás, fazem parte do projeto da regionalização da saúde, monitorado pelo Programa Goiás de Resultados (GR) e executado pela Secretaria de Saúde. 

 

Para o coordenador do programa, o vice-governador Lincoln Tejota, o compromisso de toda equipe do GR em levar saúde de qualidade para os goianos de todas as regiões está sendo cumprido. “É obrigação do poder público oferecer uma saúde digna, e próxima de suas residências, aos cidadãos. Com as policlínicas, nós começamos a mudar essa realidade em Goiás. É algo que vai garantir acesso para todos os goianos. O nosso povo paga pela saúde e merece esse atendimento”, disse.

 

O vice-governador, que tem dois mandatos como deputado estadual no currículo, acredita que a saúde é um direito da população e um dever diário do Estado. Ainda segundo ele, o projeto de regionalização da saúde prevê atendimento de qualidade para a população em todas as regiões do Estado, sem necessidade de deslocamento para a capital. 

 

Cada policlínica é capaz de realizar, mensalmente, cinco mil atendimentos em 19 especialidades médicas, além de dois mil atendimentos mensais pelas equipes multiprofissionais, 120 cirurgias ambulatórias menores, 480 atendimentos em odontologia e 25 mil exames de diagnóstico (dentre eles, tomografias computadorizadas e ressonâncias magnéticas). As populações beneficiadas com as policlínicas ainda contarão com a clínica de serviços dialíticos (hemodiálise e diálise peritoneal) e transporte gratuito para sessões de tratamento dialítico. 

 

“Há também a carreta da prevenção ao câncer, uma unidade móvel que desenvolve ações de prevenção da doença, realizando quase 1.500 exames de mamografia e papanicolau por mês. Com toda essa estrutura disponibilizada será possível assegurar tratamento continuado à população. A regionalização da saúde já é uma realidade em nosso Estado. Esse é um dos motivos pela minha imensa satisfação de coordenar o Programa Goiás de Resultados, que tem não só este, mas muitos outros projetos que impactam diretamente a vida dos nossos goianos como prioridades”, finaliza Lincoln Tejota.


Fonte: Vice-Governadoria do estado de Goiás


Para Lincoln Tejota, a regionalização da saúde já é uma realidade em Goiás | Jornal Online Nossa Voz

Senador Canedo

Fonte

 

fixImgOG fixImgOG fixImgOG