About Me

header ads


About Me 2

header ads

   Compartilhar    Contador-img1  

MPGO formaliza adesão ao Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público

Assinatura aconteceu na tarde desta quarta-feira (13/10)



O Ministério Público de Goiás (MPGO) formalizou nesta quarta-feira (13/10) a adesão ao Planejamento Estratégico Nacional (PEN) do Ministério Público (2020/2029). Segundo destacado pelo procurador-geral de Justiça Aylton Flávio Vechi, é uma honra para o MPGO poder aderir e cooperar com essa proposta, que tem fundamental importância para a união e fortalecimento do Ministério Público brasileiro.


Conforme apontado pelo presidente da Comissão de Planejamento Estratégico do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Sebastião Caixeta, o plano foi elaborado a partir de um esforço conjunto, por meio da escuta democrática e efetiva de membros e servidores de todos os ramos do MP.


Para ele, a assinatura do termo com o MPGO coroa uma parceria antiga muito relevante, de estímulo à implementação do Plano Estratégico Nacional (confira aqui o Mapa Estratégico do Planejamento Estratégico Nacional).  


Sebastião Caixeta destacou que uma das premissas desse trabalho foi a de que o CNMP e o MP brasileiro tinham meios materiais e humanos para o desenvolvimento do planejamento estratégico. Ele acrescentou que a prestação de apoio técnico e logístico para a implementação do Plano Estratégico Nacional é uma atividade permanente, que será mantida. “Trata-se de um ato simbólico que significa a permanência do diálogo constante, da troca de informações e da busca por boas práticas”, afirmou.


O subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos, Cyro Terra Peres, ponderou que, para o MP goiano, a adesão representa um grande passo, uma vez que a instituição poderá valer-se de um instrumento que também congrega as experiências de outras unidades. Desse modo, o planejamento estratégico “garante a unidade nacional e preserva a autonomia local. Significa um enorme apoio para o MP de Goiás”, acrescentou.


Laura Maria Ferreira Bueno, subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, observou que o Planejamento Estratégico Nacional reforça o Ministério Público como instituição, “o que nos fortalece, para enfrentarmos ataques, como o apresentado pela Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 5/2021”.


Estiveram presentes também na reunião o coordenador do Gabinete de Planejamento e Gestão Integrada (GGI), Rafael Machado de Oliveira; o promotor assessor da Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, Heráclito D’Abadia Camargo, e a superintendente de Planejamento e Gestão, Juliana Lúcia da Silva. 


{{ADS001}}

Texto: Cristina Rosa - foto: João Sérgio Araújo/Assessoria de Comunicação Social do MPGO


* PMGO


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG